Associação do Complexo do Pecém representa 31 empresas

ricardo
A Associação das Empresas do Complexo Industrial e Portuário do Pecém representa as empresas que detém 92% do PIB da região e é presidida por Ricardo Parente

A Associação das Empresas do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (AECIPP) marca quatro anos de existência. Com 31 associadas, sendo 10 indústrias e 21 empresas de serviços, a associação é de grande representatividade, detendo 92% do Produto Interno Bruto (PIB) do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP). 

A entidade fundada em 30 de setembro de 2015, é resultado da iniciativa de criação decidida em Assembleia Geral de Fundadores, realizada no dia 13 de novembro 2014, que contou com participação de oito empresas.

O Conselho de Administração da AECIPP, segundo o presidente da associação, Ricardo Parente, surgiu após a conclusão dos estudos realizados liderado pelo atual superintendente do Instituto de Planejamento de Fortaleza (Iplanfor), Eudoro Santana na Assembleia Legislativa do Ceará, com envolvimento do Poder Público, representantes do Setor Privado e da Sociedade Civil, tendo como relatório final denominado Pacto pelo Pecém. 

Ao longo dos seus quatro anos de existência, a AECIPP tem promovido diversas ações para estimular a participação das empresas na Associação, como palestras, oficinas e cursos, além de parcerias com a Polícia Militar e com o Corpo de Bombeiros, que gerou o Curso de Policiamento em Áreas Portuária e Industrial (CPAPI) e o Plano de Auxílio Mútuo (PAM) do CIPP, iniciativas voltadas para a segurança do Complexo. A Associação tem trabalhado também para promover uma maior aproximação e integração das empresas do Complexo com a comunidade do entorno, uma vez que cerca de 53% do CIPP fica no município de Caucaia e 47% em São Gonçalo do Amarante.

“A nossa Associação já nasceu com um propósito de focar nossas ações no regional e formar uma mão de obra qualificada capacitando os profissionais da região, por isso logo de início firmamos uma parceria com o Instituto Federal do Ceará (IFCE) Campus Avançado do Pecém, onde inclusive instalamos a sede da AECIPP. Por meio dessa parceria, contribuímos com a criação e adequação dos cursos ofertados no campus de acordo com as demandas atuais e futuras de oportunidades de trabalho nas empresas associadas”, reforça Ricardo.

Para o diretor-executivo da AECIPP, Ricardo Sabadia, esse diálogo constante com o IFCE é de fundamental importância para o crescimento e desenvolvimento dos profissionais da região. “A ideia da parceria é fazer com que esses cursos sejam uma porta de entrada para a população do entorno visando as oportunidades de emprego das indústrias do Complexo”, complementa.

Sabadia reforça ainda um importante projeto lançado pela Associação em maio desse ano, o Aproximar. O projeto tem como objetivo melhorar o acesso dos profissionais da região do Pecém às oportunidades de trabalho junto às empresas do Complexo. Dentre as ações do projeto estão a criação de Banco de Currículos da AECIPP; a disponibilização de Sala de Acolhimento para preparação de currículo e cadastro no site da associação; e a realização de oficinas de capacitação. “Ao longo de três meses de projeto, cadastramos mais de 5 mil currículos, a maioria de profissionais de Caucaia e São Gonçalo do Amarante”, comemora.