Mercado dos Peixes deve faturar 15% a mais com capacitação

mercado
Adece e Sebrae se unem para qualificar e padronizar atendimento no Mercado dos Peixes, na orla da Capital cearense Foto: Governo do Ceará

“O Mercado dos Peixes é um equipamento de extrema importância não somente para a economia do mar, mas para o turismo e o setor de serviços do Ceará. São mais de 200 pessoas empregadas, gerando renda ainda para cerca de 2.500 pescadores".

É o que destaca o presidente da Adece, Eduardo Neves, com a instituição da parceria entre Adece e Sebrae para capacitar 40 permissionários do Mercado dos Peixes, que funciona na Av. Beira-Mar, em Fortaleza.

A medida vai impactar ainda diretamente um número ainda maior de pessoas que dependem da renda gerada pelo local.

A expectativa é que se melhore o atendimento, gere competitividade dos negócios e incremente o fluxo de compradores. A expectativa é de um aumento de 15% do faturamento dos permissionários e obtenção de 70% de satisfação do cliente, comenta o presidente da Adece.

Investimento

Com aporte de R$ 200 mil divididos igualmente entre Adece e Sebrae, o projeto é uma demanda da Câmara Setorial de Gastronomia da Adece e visa melhorar o atendimento aos clientes por meio da padronização, gerando competitividade dos negócios e incrementando o fluxo de compradores e turistas, bem como o faturamento. As qualificações acontecerão no período de seis meses.

Padronização

O presidente da Associação dos Permissionários do Mercado dos Peixes do Mucuripe, Luis Vitoriano Ribeiro, acredita na necessidade de padronização e aperfeiçoamento do serviço, tendo em vista as demandas dos clientes. “Para aqueles que quiserem participar das aulas, será proveitoso agora e no futuro. Poderão ter melhorias na qualidade do atendimento e nas vendas”, afirma.