Kitesurf do Ceará bate recorde com 569 velejadores unidos

kite
O Cumbuco atrai velejadores do mundo todo que cruzam oceanos para desfrutar da condição climática única e os nossos ventos Foto: Thiara Montefusco

As velas coloridas brincando com o vento são um espetáculo no cenário marinho. E o Ceará está buscando tirar o melhor proveito possível do esporte enquanto negócio e atraindo turistas, sobretudo os mais qualificados do exterior. Referência no kitesurf mundial, o Estado ratifica seu posto ao quebrar o recorde do Guinness World Records ao lançar ao mar 596 kitesurfistas ao mesmo tempo, durante um percurso de 2 quilômetros.

O feito aconteceu neste domingo (22) na praia do Cumbuco, a 33km de Fortaleza e considerada a Meca do Kitesurf, durante o evento Winds for Future.

O antigo recorde, que era de 423 pessoas, em Hayling Island, no sul da Inglaterra. Com condições perfeitas para a prática de esportes de velejo durante 9 meses do ano, o Cumbuco atrai nômades digitais e empreendedores do mundo todo que cruzam oceanos para desfrutar da condição climática única.

Os velejadores de todo o mundo ocuparam a faixa de praia para se prepararem para o recorde desde cedo. Às 13h, foi dado o sinal para que os grupos entrassem no mar e iniciassem o desfile de velas que coloriu o céu da praia. Às 16h, a contagem foi encerrada e teve início a apuração do quantitativo e verificação do cumprimento das regras do Guinness.

Engajamento

Para o cofundador do Winds for Future, Igor Juaçaba, a conquista é resultado do engajamento de kitesurfistas, empreendedores, sociedade civil e Governo do Ceará. “É uma emoção enorme fazer parte deste momento. Quando idealizamos o evento, sabíamos que faríamos algo diferente, que balançaria a estrutura de nossas vidas e de tantas outras pessoas. É um recado para dizer: o Ceará é uma potência. Uma potência de vida, de oportunidades, de visão”.