Fórum de Desenvolvimento reúne BNB e Lide Ceará

lide
O presidente do BNB, Romildo Rolim; Emília Buarque, do Lide Ceará; Paulo Uebel, secretário Especial de Desburocratização do governo federal, e Eduardo Diogo, do Sebrae Nacional participam das discussões pelo crescimento da região Nordeste Foto: Divulgação

A causa do desenvolvimento do Nordeste exige cada vez mais união para que a região consiga se expandir em um ciclo contínuo. O Banco do Nordeste do Brasil (BNB), o Lide Ceará e o Sebrae, com a presença do secretário Especial de Desburocratização , Gestão e Governo Digital, Paulo Uebel, se unem para tratar do tema.

O  tema “Gestão e Desburocratização” terá palestra de abertura do presidente do BNB, Romildo Rolim, e painéis com o ministro Secretário Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia, Paulo Uebel, e o diretor Administrativo Financeiro do Sebrae Nacional, Eduardo Diogo. Acontece nesta sexta-feira, 20 de setembro.

Trata-se de uma oportunidade para o empresariado cearense conhecer mais sobre as novas gestões destes órgãos e entidades e os avanços alcançados em 2019.

O Banco do Nordeste, por exemplo, aplicou 15,5% a mais neste ano, até agosto, na economia regional, totalizando R$ 25,5 bilhões. Destes, R$ 17,8 bilhões com recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), que quando comparado a igual período do ano anterior apontam um crescimento ainda maior, da ordem de 16,8%.

"O crescimento deve-se ao propósito de tornar a operacionalização do FNE cada vez mais ágil e eficiente. De fato, esse objetivo move cada um dos que fazem o BNB. Envidamos grande esforço de gestão no planejamento de ações, com ênfase na prospecção e na identificação de oportunidades, buscando dia a dia inovar em processos mais céleres. O que o Banco do Nordeste busca, portanto, é pulverizar o crédito, tornando-o acessível ao máximo de empreendedores, com foco na eficiência, eficácia e conformidade. Nosso resultado é construído com impacto na promoção do bem-estar das famílias e na competitividade das empresas e temos no Lide um importante parceiro pra tal”, afirma Romildo Rolim, presidente do BNB.

Melhorias 

“O Lide Ceará sempre ressaltou a força do Nordeste, mas nunca fechou os olhos para a necessidade de melhorias dos vários atores de nossa economia para fomentar novos negócios, desburocratizar processos e ampliar o crédito. São desafios que precisamos debater e enfrentar com compromisso, sabedoria e de forma conjunta. Por isso é tão valioso para nós promover, neste aniversário de três anos, em parceria com o BNB, um Fórum com este tema, ouvindo os representantes de órgãos e entidades que atuam diretamente para o desenvolvimento da região e de nosso país como um todo”, avalia Emília Buarque, presidente do Lide Ceará.

O secretário Paulo Uebel destacará o trabalho feito pela recém-criada secretaria do Ministério da Economia na promoção de uma estratégia digital para a desburocratização no Brasil. O governo estima que o País pode incrementar em até 5,7% seu Produto Interno Bruto (PIB) anual através da economia digital. Projeta-se que, nos próximos anos, a economia digital global cresça 2,5 vezes mais rápido do que o ritmo da economia tradicional, representando mundialmente US$ 23 trilhões até 2025. Entender como o Nordeste pode se inserir neste cenário pulsante é de grande importância para a economia da região.

Sebrae

Os novos tempos também vêm exigindo adequação do Sebrae, uma das mais importantes instituições brasileiras para o desenvolvimento de micros e pequenos negócios. Integrante da diretoria do Sebrae Nacional para o período 2019 a 2022, o cearense Eduardo Diogo vem empreendendo esforços para o reposicionamento da entidade na economia brasileira. Sem temer mudanças, ele defende que, além do atendimento direto de pequenos negócios, o Sebrae promova ações para o desenvolvimento do ambiente em que os empreendedores atuam e na articulação junto a governo e parceiros.

Serviço 

Fórum de Desenvolvimento Regional Nordeste
20 de setembro, de 8h às 11h30

Gran Marquise Hotel