Experts apontam os novos caminhos para a gestão familiar

gomes
Luciano Cansanção, Eduardo Gomes de Matos, Luís Lobão e Guilherme Pequeno fizeram a Conexão Experts

65% das empresas que desaparecem no mundo têm como causas principais conflitos pessoais e financeiros. Além disso, organizações de controle familiar enfrentam desafios peculiares e mais complexos que aquelas não familiares. Mas é inegável a importância destes núcleos empresariais no País. A "Conexão Experts" colocou uma luz sobre o tema "Jornada de profissionalização da empresa familiar". 

A iniciativa da Gomes de Matos Consultores Associados aconteceu nesta terça-feira (17), na Torre Santos Dumont. Reunindo executivos e consultores empresariais, foi um momento de levar informações de referência sobre estratégias e o futuro da gestão.

Especialistas de referência, inclusive internacional, como o diretor e professor da HSM Educação Executiva, Luis Lobão, expuseram razões para analisar a conduta das empresas de origem familiar e apostar na sua profissionalização. Dividiu a apresentação Luciano Cansanção, conselheiro certificado, atualmente no Grupo Linhares. O chairman e o C-Level da Gomes de Matos, Eduardo Gomes de Matos e Guilherme Pequeno, respectivamente, proporcionaram o debate.

Os problemas

Nepotismo, ausência de meritocracia, falta de uma visão comum, senso de legado e um sistema estruturado de governança figuram entre as principais causas de extinção de empresas familiares, conforme apontaram os especialistas.

As apostas

A adoção de modelos de governança corporativa surgem como um norte para 67% para aprimorarem o modelo de gestão da empresa, contribuir com sua longevidade (55%) e facilitar o processo decisório (38%). Também foi tratado o momento certo de ocorrer o processo sucessório dentro das companhias familiares, de forma a atender aos interesses de ambas as gerações. O evento foi ainda uma oportunidade ímpar para fortalecer networking, abrir-se às novas possibilidades do cenário scioeconômico e conhecer as tendências da nova economia.