Acaraú desponta na importação de componentes eólicos

pae
No primeiro semestre de 2019, Acaraú foi o município que registrou o maior aumento nas importações, basicamente de pás eólicas 

Acaraú, município de Acaraú, distante cerca de 240 quilômetros de Fortaleza, desponta nas importações. A cidade ocupa a 9ª posição no ranking das principais que efetuaram compras externas no Ceará. No primeiro semestre de 2019, Acaraú foi o município que registrou o maior aumento nas importações.

Transações com a China também são destaque. O município basicamente importou componentes eólicos, que totalizaram US$ 8,8 milhões entre janeiro e junho.

Os componentes, principalmente pás eólicas, são oriundas da China, único fornecedor do de Acaraú no período. O país asiático forneceu US$ 9,2 milhões, um crescimento de mais de 200 mil pontos percentuais nas exportações à cidade.

Precisamente, a cidade importou US$ 9,2 milhões, o que representa uma alta de 139.209% em relação ao mesmo período do ano passado.

As exportações, por sua vez, totalizaram US$ 3,07 milhões nos seis primeiros meses do ano – crescimento de 349,1% ante o mesmo período do ano anterior. Os dados são do estudo Análise em Comex - Municípios, realizada pelo Centro Internacional de Negócios da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec).  

Comércio exterior 

O crescimento nas exportações do município, cuja pauta se limita a pescados e crustáceos, ocorreu em função da venda de peixes congelados ao exterior, que totalizou US$ 2,1 milhões, sendo a China o principal destino. O mercado chinês importou o total de US$ 1,4 milhões do município, elevando seu consumo em 503,2%. 

O Centro Internacional de Negócios da Fiec auxilia as empresas na inserção no mercado internacional, promovendo a cultura exportadora no Estado do Ceará.