4º lote do IR vai injetar R$ 71 milhões na economia do Ceará

ir
A consulta ao quarto lote do IRPF já está disponível. Em todo o Brasil serão restituídos R$ 3,5 bilhões  Foto: Agência Brasil

A Receita Federal credita, na segunda-feira (16/09), R$ 71.836.180,72 (R$ 71,8 milhões) em contas bancárias de 48.568 cearenses, dos quais 47.122 são de declarações do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) entregues em 2019, totalizando R$ 68,968 milhões, com correção pela taxa Selic de 3,08%.

Para 1.446 contribuintes, referentes a declarações entregues entre 2018 e 2008, que totalizam R$ 2.868.006,55 (R$ 2,86 milhões), o índice de atualização monetária pela taxa Selic varia entre 9,24% (2018) e 111,36% (2008).

No País

O crédito bancário para 2.819.522 contribuintes será realizado no dia 16 de setembro, totalizando o valor de R$ 3,5 bilhões. Desse total, R$ 226.805.119,93 referem-se ao quantitativo de contribuintes destinado a 5.746 contribuintes idosos acima de 80 anos, 37.622 contribuintes entre 60 e 79 anos, 4.719 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave, e 15.267 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

Consulta

Para saber se teve a restituição liberada, o contribuinte já pode acessar a página da Receita na internet (http://www.rfb.gov.br).  Usuários de tablet ou smarthphone também podem baixar o aplicativo “Pessoa Física”, que permite a consulta da restituição ou, ainda, telefonar para o Receitafone 146.

Disponibilidade

A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá requerê-la por meio da Internet, mediante o Formulário Eletrônico - Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço Extrato do Processamento da DIRPF.Caso o valor não seja creditado, o contribuinte poderá contatar pessoalmente qualquer agência do BB ou ligar para a Central de Atendimento por meio do telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.