TIM realiza pesquisas com clientes usando nova plataforma

tim
Empresa quer entender o comportamento dos clientes para melhorar a experiência deles na TIM, além de entregar mais produtos e serviços que façam sentido para o consumidor

A TIM está investindo em uma nova plataforma, que tem como uma das funcionalidades a capacidade de realizar pesquisas rápidas com sua grande base de clientes, que hoje soma 51 milhões de usuários.

Nesse primeiro momento, a novidade vai ajudar, por meio de enquetes simples feitas diretamente com o aceite dos usuários, a entender rapidamente o comportamento dos clientes para melhorar ainda mais a experiência deles na TIM e entregar mais produtos e serviços que façam sentido para o consumidor.

Os dados gerados são anônimos e agregados, respeitando a privacidade dos participantes, de acordo com as regras da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

De acordo com Renato Ciuchini, Head de Estratégia e Transformação da TIM, a ferramenta de pesquisa é capaz de processar mais de 100 mil respostas por dia. “O grande ativo da TIM é a ampla base de clientes. E, com a ferramenta, podemos receber inúmeras informações de maneira rápida e relevante para nosso negócio. É bom para o cliente, que pode receber mais do que recompensas como Bônus de internet ao responder as pesquisas, mas outros tantos benefícios durante sua trajetória na empresa. Em breve lançaremos outras funcionalidades da plataforma e, como sempre, de maneira inovadora e disruptiva no mercado”, conclui.

Comitê estratégico

A companhia também criou um comitê de assessoramento do Conselho de Administração da companhia para assuntos ligados a questões ambientais, sociais e de governança (sigla ESG, em inglês). O comitê é formado por membros do próprio CDA – incluindo o Presidente Nicandro Durante e o CEO da empresa, Pietro Labriola – e terá uma atuação ampla, definindo o plano estratégico, garantindo e incentivando projetos e acompanhando o cumprimento de metas em todos os pilares sob o guarda-chuva ESG.

“A pandemia impulsionou a importância do termo ESG, principalmente no mercado financeiro, mas a TIM já tem uma atuação focadas nessas premissas há muito tempo. Temos uma gerência com atuação transversal nesse tema há cerca de dois anos, por exemplo. A criação do comitê é um marco muito significativo e o resultado do amadurecimento de uma área que soube se tornar estratégica e que terá sempre grande relevância na agenda corporativa”, explica o Vice-Presidente de Assuntos Regulatórios e Institucionais da TIM, Mario Girasole.