Demanda por voos domésticos cresce 15,7% em novembro

abear
A oferta, calculada em assentos quilômetros ofertados, teve expansão de 8,6% na mesma comparação, ou seja, em novembro frente a outubro de 2020 Foto: Freepik

Desde o mês de maio o modal aéreo vem experimentando um reaquecimento gradual de oferta e demanda.

A busca por voos domésticos, medida em passageiros quilômetros transportados, cresceu 15,7% em novembro de 2020, na comparação com o mês anterior.

Já a oferta, calculada em assentos quilômetros ofertados, teve expansão de 8,6% na mesma comparação.

O levantamento é da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), a partir de dados da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac),

Internacional

No mercado internacional, em relação a outubro, a demanda por voos internacionais aumentou 14,2% e a oferta 7,4%.

Na comparação entre os meses de novembro de 2019 e 2020, a demanda por voos domésticos registrou queda de 34,5%, segundo dados da ANAC. A oferta, por sua vez, teve retração de 35,7% na mesma comparação. Com isso, o aproveitamento dos aviões foi de 84,2%, um aumento de 1,7 ponto percentual. Ao todo, foram transportados 4,8 milhões de passageiros, uma diminuição de 40,7% diante de novembro de 2019.

O transporte de passageiros no mercado internacional recuou 85,3% em novembro, diante do mesmo mês do ano passado. A oferta teve redução de 70% na comparação anual. A taxa de ocupação dos aviões ficou em 40,6%, uma queda de 42,4 pontos percentuais. No total, foram transportados 237,9 mil passageiros, uma queda de 86,8% na comparação anual.

Cargas

O transporte de cargas e correio teve retração de 21,3% em novembro, em reação a igual mês do ano passado. No mercado internacional, a redução foi de 4,7% na mesma comparação.