76% vão celebrar o Natal com menos pessoas e 76% ficarão em casa

natal
Maior parte dos brasileiros vai abrir mão da tradição em prol da segurança neste Natal, aponta pesquisa da Nestlé

O Natal sempre foi uma festa realizada mais em família e em casa. Mas este ano haverá diferenças nesse comportamento. O brasileiro abre mão da tradição em prol da segurança, aponta o estudo “Virando a Página 2020-2021: qual o novo capítulo do consumidor brasileiro?”, realizada pelo C.Lab, o laboratório de pesquisas in house da Nestlé, entre 5 e 11 de novembro, com 700 pessoas em todas as regiões do País.

Entre os respondentes, 76% pretendem celebrar o Natal com menos pessoas, 69% responderam que a data será comemorada em casa, sem aglomerações, e 74% disseram que não viajarão esse fim de ano. Quanto às compras, 75% disseram que vão gastar menos com os presentes de Natal e 62% vão economizar na ceia.

Ano Novo

O Ano Novo segue a mesma intenção: 80% vão celebrar com menos pessoas, e 65% responderam que estarão na noite de réveillon em casa, para evitar aglomerações, enquanto 68% dizem que não pretendem viajar.

“Os entrevistados se mostraram menos festivos em uma época do ano normalmente marcada pela celebração e pelo otimismo, além de ser um momento de gastos com comemorações e viagens.

A maioria pretende ficar em casa com a família, em um Natal modesto e restrito, reunindo apenas os mais próximos”, conta Diego Venturelli, gerente executivo de CMI (Consumer & Market Insights) da Nestlé Brasil.

Sonhos e desejos para 2021

As resoluções de fim de ano e os desejos para 2021 refletem as privações de 2020. No top 5 dos sonhos para o novo período, lidera o convívio social, citado por 36% dos entrevistados; segurança financeira, alimentação e bem-estar empatam em segundo lugar, com 24% de citações; 10% desejam realização pessoal e 6% mencionam questões de autoestima e reconhecimento.

No geral, 57% mudaram seus pedidos em relação a 2020, quando os maiores sonhos eram saúde, emprego, paz, viajar, comprar casa, comprar carro, ter prosperidade e sucesso. Agora, é diferente: esse 2020 atípico mudou a forma de fazer os desejos de virada de ano, passando do genérico à necessidade concreta. Se antes o pedido era saúde, agora os entrevistados desejam a vacina ou a cura para o Covid e o fim da pandemia. Ter paz virou que a vida volte ao normal e que a situação melhore. Sucesso é melhorar a situação financeira.

Vida financeira

E no mês do pagamento do 13º. salário, nesse ano atípico, o lado racional fala mais alto quando a pergunta é para onde vai esse recurso de fim de ano: 36% afirmam que vão guardar para uma emergência ou investir, enquanto 33% vão pagar contas e quitar dívidas. A maior preocupação é organizar a vida financeira.

A pandemia e o isolamento social tiveram impacto no bolso do brasileiro, mas a pesquisa mostra que a retomada de atividades trouxe também um alívio para a renda dos brasileiros. Se em novembro 49% disseram que tiveram diminuição da renda familiar em função da pandemia, em junho esse percentual era de 58%. Os principais fatores são reabertura de comércio e serviços, retorno de contratos suspensos e remuneração integral e um novo fôlego para atividades informais. Para quem ainda se diz impactado financeiramente, lidera a questão do desemprego (36% das citações), perda de renda de trabalho informal (35%) e redução salarial (31%).

*Dados da amostra:

A pesquisa foi realizada entre 5 e 11 de novembro de 2020, com 700 entrevistas com decisores de compras de categorias de bens duráveis, alimentos e bebidas das classes A (14%), B (37%), C (39%) e DE (10%). A participação de acordo com a região foi: 47% no Sudeste, 23% Nordeste, 15% Sul, 8% Centro-Oeste e 7% Norte. Quanto à faixa etária, 29% dos respondentes têm entre 25 e 34 anos, 25% entre 35 e 49 anos, 25% acima de 50 anos e 21% entre 18 e 24 anos.

Sobre a Nestlé

É a maior empresa de alimentos e bebidas do mundo. Está presente em 190 países e seus 308 mil colaboradores estão comprometidos com o propósito da Nestlé de melhorar a qualidade de vida e contribuir para um futuro mais saudável. A Nestlé oferece um amplo portfólio de produtos e serviços para cada etapa de vida das pessoas e de seus animais de estimação. Suas mais de 2000 marcas variam dos ícones globais, como Nescafé ou Nespresso aos favoritos locais como Ninho. O desempenho da empresa é impulsionado por sua estratégia de Nutrição, Saúde e Bem-Estar.

Sua Sede fica na cidade suíça de Vevey, onde foi fundada há mais de 150 anos. No Brasil, instalou a primeira fábrica em 1921, na cidade paulista de Araras, para a produção do leite condensado Milkmaid, que mais tarde seria conhecido como Leite Moça. A empresa tem unidades industriais localizadas nos Estados de São Paulo, Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, Goiás, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Espírito Santo. Emprega 32 mil colaboradores diretos e gera outros 200 mil empregos indiretos. A Nestlé Brasil está presente em 99% dos lares brasileiros, segundo pesquisa realizada pela Kantar Worldpanel.