Webinar trata da Visão do Futuro para o Porto de Fortaleza

porto
Com uma grande área de influência, o Porto de Fortaleza atende ao Piauí, Maranhão, Rio Grande do Norte, Pernambuco e Paraíba, bem como às regiões Norte e Centro-Oeste e ao Vale do São Francisco

Com a movimentação crescente de cargas, a atenção se volta nesta quinta-feira (10), para o Porto de Fortaleza. A convite da FGV Transportes, a diretora-presidente da Companhia Docas do Ceará e presidente da Associação Brasileira de Entidades Portuárias e Hidroviárias, engenheira Mayhara Chaves, discorrerá sobre “A Visão do Futuro para o Porto de Fortaleza”.

Será durante uma webinar que terá como mediadores Roberto Levier (CEO da Waterline Maritime Strategies e consultor da FGV), Marcus Quintella (diretor da FGV Transportes) e Simone Bissoto (sócia da LL Advogados /RJ, especialista em Infraestrutura e membro do Conselho de Administração da CDC). A palestra, seguida de debate, começa às 10h30.

Representatividade

Com uma grande área de influência, o Porto de Fortaleza atende aos estados do Piauí, Maranhão, Rio Grande do Norte, de Pernambuco e da Paraíba, bem como às regiões Norte e Centro-Oeste e ao Vale do São Francisco. Além disso, é um importante entreposto de atendimento para empresas de navegação com linhas regulares destinadas a portos dos Estados Unidos, do Canadá, da América Central, da Europa, da África e de países do Mercosul.

Este modal marítimo encravado na Capital cearense possuiu um grande potencial para movimentar granéis sólidos e combustíveis. Para saber mais sobre o Porto de Fortaleza, que vem se destacando com uma gestão técnica, é só acompanhar amanhã a webinar