Oi Fibra atinge 2 milhões de clientes; Ceará detém 61 mil

oi
Bernardo Winik, vice-presidente de clientes da Oi, comemora desempenho da operadora na captação de clientes com o produto Oi Fibra. A empresa adicionou cerca de 20% mais clientes que a soma de todas as grandes operadoras de ultra banda larga Foto: Divulgação

A Oi Fibra tem sido o carro-chefe da operadora de Telecom e puxado a expansão da companhia. Segundo anunciou Bernardo Winik, vice-presidente de Clientes da Oi, a  empresa atingiu a marca de 2 milhões de clientes de sua internet de  alta velocidade.

O desempenho veio em apenas 8 meses depois de a companhia ter registrado, em abril, o primeiro milhão de clientes do serviço, com um volume de aquisições sem comparação no mercado de internet de alta velocidade, destaca a Oi. 

Ceará

No Ceará, a operadora investiu R$ 158 milhões de janeiro a setembro de 2020, também com foco na expansão da fibra ótica. A partir da estratégia de ampliar o número de casas conectadas com a Oi Fibra, a companhia registrou aumento de mais de 56% no número de clientes no Ceará de janeiro a setembro deste ano.

Escolha

A Oi Fibra tem a preferência dos clientes de internet por fibra ótica no Estado, sendo líder em número de novos usuários de fibra ótica no referido período, de acordo com dados da Anatel. A operadora disponibiliza a Oi Fibra nas cidades de Juazeiro do Norte e Fortaleza. No Ceará, a companhia conta com 61 mil clientes em fibra e mais de 400 mil casas passadas aptas para receber o serviço.

Infraestrutura

A Oi segue com o seu plano de transformação em curso, que tem estratégia centrada nos investimentos em infraestrutura de fibra ótica, que possibilitam expansão da banda larga residencial, e que dão sustentação também para as atividades no segmento empresarial, no mercado B2B e no Atacado.

A fibra ótica é o principal pilar do plano de transformação da companhia, com soluções para fins residenciais, empresariais e corporativos. Assim sendo, a operadora afirma que manterá o investimento que vem fazendo em fibra e expandindo o serviço em 2021.

O planejamento da companhia é ao longo do próximo ano lançar a Oi Fibra em 94 novas cidades, distribuídas em todas as regiões do País, e ampliar o atual número de 134 municípios atendidos com Fiber To The Home (FTTH) para 228 municípios, até o fim de 2021. Além disso, a companhia planeja elevar o número de residências e empresas aptas a contratar sua internet de fibra ótica, que atualmente é de 8,7 milhões de endereços (homes passed, no jargão em inglês), para mais de 14,5 milhões, até o final do ano que vem.

Pandemia x conectividade

“A situação que o mundo está atravessando este ano, por conta da pandemia, mostrou de forma definitiva como a agenda da conectividade de alta qualidade e disponibilidade é essencial para todos, sejam empresas, sejam pessoas, sejam entidades públicas e governo. A Oi tem consciência de sua responsabilidade e do papel que ela pode ter para o avanço digital do País, incluindo as diversas frentes de impacto em saúde, educação, economia, segurança, comunicação, informação ou entretenimento. Estamos muito felizes que os nossos esforços para ampliar o acesso à banda larga por fibra estejam sendo reconhecidos pelo mercado e que a companhia esteja no caminho certo da execução de seu plano de transformação”, avalia Rodrigo Abreu, presidente da Oi.

Crescimento em 2020

A base de clientes da Oi Fibra cresceu 200% durante 2020, até o início de dezembro, adicionando cerca de 1,3 milhão de novos clientes durante os últimos 11 meses. Em função disso, a companhia foi a única entre as principais operadoras a aumentar participação no mercado de ultra banda larga em 2020.

A Oi adicionou cerca de 20% mais clientes do que a soma de todas as grandes operadoras de ultra banda larga, de acordo com números do encerramento do 3º trimestre de 2020.

Receita

O desempenho também se refletiu na receita, que saltou quase cinco vezes nos últimos 12 meses, atingindo R$ 402,3 milhões, e um valor de receita anualizada futura já superior aos R$ 2 bilhões. “Os resultados obtidos até aqui nos fortalecem e nos encorajam ainda mais a alcançar nosso objetivo de fazer da Oi a principal referência em infraestrutura e serviços digitais do País”, afirma Abreu.

Aposta no 5G

A companhia está participando de um grupo mundial, liderado pelo ETSI, de padronização e criação de um serviço de fibra de 5ª geração, chamado de F5G. Como parte dessa evolução, a Oi pretende lançar no primeiro semestre de 2021 a nova tecnologia de internet fixa, o XGS-PON. O F5G possibilita alcançar taxas de transmissão de dados superiores a 1 Gbps por cliente, podendo alcançar até 10 Gbps por cliente.

A novidade permite realizar várias atividades que necessitam da mais alta performance de internet ao mesmo tempo, como utilizar recursos de realidade virtual em tempo real, assistir vídeos em 8K, participar de jogos online de alta complexidade, realizar downloads de grandes arquivos, com estabilidade e baixíssima latência, ampliando os limites de capacidade da rede em operação até então.