VCI SA quita debêntures com 23 meses de antecedência no valor de R$ 42,3 mi

samuel
A quitação integral, antecipada no total de R$ 42, 3 milhões, resultará na retirada integral de todos os papéis de dívida pública negociados na B3, observa Samuel Sicchierolli, presidente da VCI SA

A VCI SA, incorporadora e desenvolvedora de projetos multipropriedade com marcas hoteleiras internacionais, como a americana Hard Rock e a espanhola Eurostars, acaba de quitar de forma integral, com 23 meses de antecedência, todas as suas debêntures, títulos de crédito emitidos por investidores e negociados no mercado de capitais, alternativa a financiamentos governamentais.

A quitação integral, antecipada no total de R$ 42, 3 milhões, resultará na retirada integral de todos os papéis de dívida pública negociados na B3.

Sucesso

A iniciativa reitera o sucesso dos projetos Hard Rock Hotel Fortaleza, instalado na Praia de Lagoinha, com inauguração em dezembro de 2021, e Ilha do Sol, em Londrina. Juntos, eles geraram, até o momento, mais de R$ 700 milhões em vendas. E mesmo com a pandemia do novo coronavírus, o sistema inovador de vendas online bateu recordes.

Atualmente, estimativas de mercado mostram que 25% de todas as vendas de imóveis do Estado do Ceará são da VCI SA.

Projetos

A incorporadora tem, ao todo, seis projetos aprovados com a marca Hard Rock Hotel, incluindo São Paulo, Natal, Foz do Iguaçú e Recife, cujo potencial de vendas supera R$ 4 bilhões.
 
“Pagamos o valor principal ainda em 2019 e todos os demais encargos com quase dois anos de antecedência, sem nenhum hair cut e com todos os juros e remunerações acordados entre a Companhia e debenturistas. Acredito que isso seja algo raro na história da B3”, comemora  Samuel Sicchierolli, presidente da VCI SA.

Venture capital

O executivo avalia que, em geral,  o mercado ainda possui poucos investidores para projetos em desenvolvimento ou Venture Capital - capital de risco. De acordo com o empresário, a contabilidade brasileira e analistas não entendem e não capturam por exemplo, as aquisições de Distressed Assets, e isso reduz o Valuation das empresas inovadoras.

O termo em inglês se aplica à aquisição oportunística de ativos por valor abaixo do custo, movimento que denota grande valorização financeira no caso de sucesso, como aconteceu com o case da VCI SA nos projetos de Fortaleza, Ilha do Sol e São Paulo. Ressalte-se que investidores asiáticos, que colocaram recursos diretamente na Companhia, avaliaram a VCI SA em mais de dois bilhões de reais.

“Converter problemas em oportunidades está no DNA dos sócios da VCI SA”, ressalta Samuel Sicchierolli. A companhia ainda tem como sócio o empresário Fábio Neri. Ambos possuem uma trajetória expressiva em projetos anteriores ligados à ensino superior, hotelaria, reestruturação de dívidas e turn around.