Emprego volta a crescer na construção civil cearense

civil
As expectativas da construção cearense para os próximos seis meses permaneceram positivas

A construção civil cearense retoma crescimento em setembro em todos os indicadores analisados. O índice de Número de Empregados voltou a apresentar crescimento em setembro após quedas em julho e agosto. No Ceará, o índice cresceu 11,6 pontos e registrou 56,2 pontos. O Nível de Atividade Efetivo teve um aumento expressivo de 15,1 pontos em relação ao mês anterior e marcou 43,8 pontos, ultrapassando o registrado no pré--pandemia (39,1).

Para os próximos seis meses os empresários seguiram a tendência dos meses anteriores e apresentaram otimismo em todos os indicadores analisados, bem como um aumento na Intenção de Investimentos.

As conclusões são parte da pesquisa Sondagem da Construção, realizada pelo Observatório da Indústria da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), em parceria com a Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Atividade em alta

A Evolução do Nível de Atividade voltou a crescer no mês de setembro para o Ceará e marcou 51,1 pontos. No Brasil, o índice apresentou mais um mês de crescimento e registrou 51,2 pontos.

As Expectativas da construção cearense para os próximos seis meses permaneceram positivas. Apesar do otimismo apresentado pelo empresariado do Ceará, alguns índices nacionais sofreram queda: Compras de Insumos e Matérias Primas, Novos empreendimentos e serviços e Nível de atividade. No âmbito estadual, a maioria dos índices apresentou crescimento, com exceção da expectativa para Compras de Insumos e Matérias Primas.

A Utilização da capacidade de operação (UCO) voltou a crescer no Estado no mês de agosto e se manteve acima do registrado nacionalmente ao marcar 74%.