Vinícola Aurora lança novos rótulos da Campanha Gaúcha

aurora
Localizada próxima à fronteira do Rio Grande do Sul com a Argentina e o Uruguai, a Campanha Gaúcha tem características que a diferenciam das demais regiões vinícolas

Em outubro, o Rio Grande do Sul celebra a Revolução Farroupilha. São da região que foi palco de muitas batalhas, os dois novos rótulos da Vinícola Aurora. Em busca da expressão máxima do terroir Campanha Gaúcha, a cooperativa apresenta a linha Gran Reserva, nas variedades Tannat e Cabernet Sauvignon, ambos da histórica safra 2018.  

A linha Gran Reserva faz parte do projeto da Vinícola Aurora que mostra a diversidade do vinho brasileiro, com castas emblemáticas de diferentes regiões do país. Os dois rótulos completam o portfólio que abrange 13 marcas, com 220 itens.   

Potência
 
Com a potência característica da variedade, o Aurora Gran Reserva Tannat 2018 tem coloração rubi intensa, aroma com intensidade média alta, lembrando frutas vermelhas como framboesa, groselha, ameixa e toque mentolado, além de notas de madeira tostada, já que o vinho tem passagem de 12 meses por barricas de carvalho francês. Apresenta boa acidez, tanino potente, agradável, com bom volume de boca, boa estrutura e tem grande potencial de guarda.    

De coloração semelhante e mesmo potencial de guarda, o Aurora Gran Reserva Cabernet Sauvignon 2018 tem aroma que lembra frutas negras maduras, especiarias, cravo e eucalipto, notas de madeira tostada, café e chocolate. No paladar é um vinho de excelente equilíbrio álcool/acidez, com tanino maduro e aveludado, de corpo médio alto e boa estrutura.    

Maturação        

O enólogo-chefe da Aurora, Flávio Zilio, adianta que os vinhos Aurora Gran Reserva têm como característica o fato de serem elaborados com uvas de excelente maturação, sem uso de chaptalização (que é a adição de açúcar no mosto utilizada para elevar a graduação de álcool), e com as variedades que mais se adaptaram à região onde foi produzido.      

“Estamos escrevendo mais uma página muito importante na história de quase 90 anos da vinícola, com dois grandes produtos que vão surpreender o consumidor que busca novidades e vinhos especiais, de uma grande safra”, garante.                 
Zilio acrescenta que a cooperativa viabilizou os novos rótulos através de parceria com um produtor da Campanha Gaúcha e que também levou em conta a boa aceitação do mercado brasileiro para as variedades Tannat e Cabernet Sauvignon.                   

“Os desafios nos fazem evoluir e este sempre é o objetivo da Vinícola Aurora. Queremos levar vinhos de qualidade cada vez maior para os consumidores, propor experiências diferentes em cada garrafa e estarmos abertos à evolução que o universo do vinho nos proporciona”, diz.                         
Os vinhos Gran Reserva 2018 têm edição limitada de 27,5 mil garrafas de cada variedade. O preço de referência (na loja da vinícola, em Bento Gonçalves) é de R$ 59,90.

Para harmonizar com o Aurora Gran Reserva Tannat, as sugestões são os clássicos da região da fronteira: carré de cordeiro, entrecot grelhado e costela bovina. A potência da variedade também combina com churrasco e queijos fortes. As harmonizações sugeridas com o Aurora Gran Reserva Cabernet Sauvignon também incluem carnes vermelhas, como picanha grelhada e costela de cordeiro, e ainda massas ao molho funghi, risoto de funghi e queijos médios.           

O terroir Campanha Gaúcha

Localizada próxima à fronteira do Rio Grande do Sul com a Argentina e o Uruguai, a Campanha Gaúcha tem algumas características que a diferenciam das demais regiões vinícolas. Entre elas, está o clima, com temperaturas que facilmente chegam a zero grau no inverno, verões muito quentes e menor incidência de chuva em relação à outras zonas produtoras.        

Outra característica marcante é o solo basáltico e arenoso, com ótima drenagem e pouca concentração de matéria orgânica. São estas condições de clima e solo, além do relevo marcado por planícies e pequenas ondulações, que favorecem à ótima maturação das uvas viníferas.                  

Com uma área de 1,5 mil hectares plantados com videiras, o território responde a cerca de 15% da produção de uvas viníferas (destinadas para vinho fino) do Rio Grande do Sul. As variedades escolhidas para a elaboração da linha Aurora Gran Reserva, a Cabernet Sauvignon e a Tannat, são as uvas viníferas tintas mais plantadas na Campanha Gaúcha e que, ao longo do tempo, se mostraram as que melhor se adaptaram às condições climáticas da região.                     

Em maio deste ano, a Campanha Gaúcha foi reconhecida pelo Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) com a Indicação de Procedência (IP) para os vinhos  e espumantes, se juntando às outras seis Indicações Geográficas de  vinhos no Rio Grande do Sul.