Ação de empreendedorismo social é incentivada no RioMar

social
Com Quiosque Social nos shoppings RioMar Fortaleza e RioMar Kennedy, o Instituto JCPM
contribui para geração de renda de instituições sociais do Ceará

Muito mais do que gerar fonte de renda, coletivos de empreendedores sociais transformam vidas, fortalecem a identidade comunitária e são responsáveis por práticas sustentáveis de desenvolvimento local.

Em Fortaleza, essas iniciativas contam com o apoio do Instituto João Carlos Paes Mendonça de Compromisso Social (IJCPM), em parceria com o RioMar Fortaleza e RioMar Kennedy, que disponibiliza desde 2014, gratuitamente, um espaço nos shoppings para instituições sociais comercializarem produtos desenvolvidos por elas. Com o projeto Quiosque Social, toda a renda arrecadada é administrada pela própria entidade.

Renda gerada

Neste mês de setembro, no espaço do RioMar Fortaleza, o público pode conhecer de perto o trabalho das artesãs do Centro de Arte e Cultura Canoa Mulher, iniciativa que tem como objetivo principal a qualificação e a profissionalização de mulheres, valorizando a identidade comunitária e preparando-as para a geração de trabalho e renda, na perspectiva de melhorar as condições socioeconômicas das famílias. A instituição é de Aracati e está compartilhando espaço com outras entidades locais, como a Casa Madre Paulina e o coletivo de mulheres, Cabritas Incríveis. O espaço está localizado na Área de Conveniência e Serviços, no Piso E2 do shopping.

Mulheres artesãs

Já, o Quiosque Social do RioMar Kennedy está recebendo até o fim do mês a Associação de Fabricantes de Artesanato de Fortaleza (AFAF), que oferece produtos artesanais e recicláveis, acessórios, bonecas de pano e muito mais. A iniciativa reúne 25 mulheres artesãs, moradoras do bairro Jacarecanga, e desenvolve o empoderamento das participantes, muitas delas chefes de família, para que possam conquistar seu sustento através da arte. “Esse espaço aqui no shopping é muito importante para gente, contamos os dias até chegar nossa oportunidade em estar aqui. Além das vendas, traz um retorno muito bom e ainda nos proporciona novos relacionamentos e oportunidades de vendermos para empresas, por exemplo”, compartilha Carmen Suely, artesã.  O trabalho das artesãs pode ser conferido no Piso L2, próximo à loja Alô Bijoux.

Só no ano de 2019, foram recebidas mais de 20 instituições no RioMar Fortaleza e no RioMar Kennedy, entre elas: Associação Proart, Associação de Mulheres Dendê Sol,  Rede Estrela, Centro Juvenil Dom Bosco, Economia Solidaria - Unicafes e Associação Das Artesãs e Costureiras do Grande Vicente Pinzón.

Rodízio

O espaço funciona em esquema de rodízio e a cada mês uma instituição diferente tem a oportunidade de ficar no local. As entidades interessadas devem desenvolver ações sem fins lucrativos de incentivo ao empreendedorismo comunitário com atuação, prioritariamente no entorno dos shoppings RioMar. Mais informações, basta entrar em contato com as unidades do IJCPM através dos contatos (85)99157.4909 ou 99105.4395.