Fábrica da Pardal Sorvetes vai iniciar instalação de painéis solares

sorvete
Indústria cearense investe na energia solar como fonte para a produção, no maior projeto do setor no País

Com um megaprojeto de energia fotovoltaica, a Pardal Sorvetes aposta em economia na produção e menor impacto no meio ambiente. O investimento de R$ 3,5 milhões da indústria dá a largada na reestruturação para receber a infraestrutura necessária à operação à base de energia solar. Os painéis já foram entregues nas fábricas e as obras serão iniciadas em breve.

Até o fim do segundo semestre, toda a fábrica, que funciona no município de Eusébio, terá energia solar, reduzindo a emissão de CO2 em cerca de 117 toneladas por ano e tornando a produção dos milhares de sorvetes, picolés e sundaes muito mais sustentável.

A instalação terá 6.023,50 m² e cerca de 2.619 módulos fotovoltaicos garantindo uma potência instalada de 864,27 kWp. O projeto é o maior em energia solar do Brasil no segmento de sorvetes e picolés, e deve ser concluído em um período de quatro meses.

Além da economia nos gastos, o ganho ambiental é enorme, repercutindo na redução de CO2, a empresa irá evitar a emissão de gases poluentes equivalentes ao funcionamento de 117 carros por ano, algo próximo ao impacto positivo do plantio de 613 árvores no mesmo período.