Cearense Mob Telecom é adquirida pelo fundo EB Capital

mob
A Mob detém 50 mil clientes de banda larga fixa, de acordo com dados da Anatel de junho último. No âmbito corporativo são cerca de 900 clientes Foto: Freepik

A cearense Mob Telecom, que atua no mercado de banda larga fixa mudou de mãos e foi adquirida pelo fundo EB Capital, agora detentordo do controle da operadora. No Ceará, sua rede de fibra para o lar (FTTH) cobre Fortaleza e diversas outras cidades do Interior.

Com a operação, o fundo expande sua atuação para o Norte e o Nordeste.  Os atuais sócios da Mob Telecom permanecem como minoritários.

Capacidade 

A Mob detém 50 mil clientes de banda larga fixa, de acordo com dados da Anatel de junho último. No âmbito corporativo são cerca de 900 clientes.

O fundo já possui a Sumicity, que cobre o Rio de Janeiro e parte do Espírito Santo e Minas Gerais. A empresa é de propriedade dos sócios Eduardo Sirotsky, Fernando Iunes, Luciana Antonini e Pedro Parente.

Expansão

A Mob Telecom vem em franca expansão e detém conexão em cinco pontos de troca de tráfego nacionais e cinco internacionais. A rede física supera os 20 mil km de fibra instalada, que passam pelo Amapá, Pará, Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Paraíba, Alagoas, Bahia. São 195 pontos de presença em todo o Brasil. 

Está ainda presente em Goiás, São Paulo, Paraná, Rio de Janeiro. No varejo, a Mob tem última milha FTTH nas cidades de Belém (PA), Teresina (PI), São Luís (MA), Recife (PE), Natal e Mossoró (RN), Macapá (AP), João Pessoa (PB).