Mallory é parceira na construção de protótipo de respirador

mallory
A Mallory também fez doações ao Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) para ajudar na reposição de peças para respiradores que estejam apresentando problemas

A indústria cearense se destaca em ação no combate à Covid19. A Mallory, fabricante de eletroportáteis, participa da construção de um protótipo de respiradores mais econômicos em parceria com a equipe do Senai, da Universidade Federal do Ceará (UFC) e da Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico (Funcap) e Tecnológico.

Além disso, a Mallory também fez doações ao Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) para ajudar na reposição de peças para respiradores que estejam apresentando problemas. 

De acordo com o diretor de Operações da Mallory, Alan Costa, essa é uma das medidas proativas que fazem parte das iniciativas adotadas pela empresa diante desse cenário de pandemia.

“O Senai fez uma lista com todas as peças que eles precisavam para a reposição e nós fizemos essa doação para ajudar na manutenção desses respiradores. Estamos usando de todas as ferramentas que temos ao nosso dispor para ajudar no combate ao Coronavírus. Cerca de 40 respiradores serão ajustados com a compra dessas novas peças”, explica.

Segundo Alan, a iniciativa se torna ainda mais significativa por conta da composição dos profissionais envolvidos no processo de pesquisa, montagem e finalização dos novos ventiladores pulmonares mecânicos. "Estamos muito satisfeitos em fazer parte de um grupo com uma finalidade tão importante como essa, que é ajudar na recuperação de pessoas na luta contra o coronavírus. Mais felizes ainda por ter como membros desse time empresas e entidades cearenses, como a Mallory, o Senai e a Funcap, usando materiais feitos aqui mesmo no Brasil, para desenvolver esses respiradores. Ou seja, essa é uma conquista da nossa gente pro nosso povo", finaliza.

Funcionamento dos ventiladores

Para a Mallory, a parceria representa uma oportunidade ainda maior de contribuir com as necessidades do contexto de pandemia. "Estamos encarregados de pensar uma produção em massa de baixo custo desse produto, incentivando a criação e circulação de produtos nacionais no estado do Ceará", ressalta Lincoln Vasconcelos, Engenheiro de Produto da Mallory.