Ação preventiva com uso de máscaras ganha força na Apodi Cimento

apodi
A cimenteira está unida com outras empresas em uma campanha de conscientização pela importância do uso do equipamento de proteção individual

Com unidades fabris em Quixeré e no Pecém, a Cimento Apodi abraçou a causa #usarmascarasalva. Firme nas suas ações preventivas de combate ao coronavírus tanto para colaboradores como comunidades do seu entorno, a cimenteira está unida com outras empresas em uma campanha de conscientização pela importância do uso do equipamento de proteção individual.

Para isso, aplicou o desenho de uma máscara na sua logomarca em todas as suas redes sociais. “Use a máscara sempre que precisar sair, mas, se puder, fique em casa” é o que a empresa lembra.  

Doação

Em abril, a Cimento Apodi fez a doação de 400 máscaras de tecido para moradores da comunidade de Bom Sucesso em Quixeré/CE; além de 300 máscaras de acetato para as prefeituras de Russas, Quixeré e Limoeiro do Norte (destinadas para os profissionais do serviço de saúde dos três municípios).

Também foram doadas 25 mil máscaras de TNT para as prefeituras de Russas, Quixeré, Morada Nova e Limoeiro do Norte, a serem disponibilizadas para o serviço de saúde das respectivas cidades em apoio aos agentes da linha de frente do combate à Covid-19 que atuam em comunidades vulneráveis.

As doações tiveram a parceria de empresas e entidades como a Scatec Solar,  FIEC/SENAI, Associação de Moradores do Bom Sucesso, Coopershoes e Prefeituras de Quixeré, Russas, Limoeiro do Norte e Morada Nova.

Joint Venture

Idealizada no ano de 2008, a Cimento Apodi é uma joint venture multinacional formada pela participação societária da família Dias Branco e do Grupo Titan, produtor de cimento e materiais de construção, que tem mais de 110 anos de experiência na área industrial, com sede na Grécia. Presente de forma estratégica no Norte e Nordeste do país, a Cimento Apodi possui um parque industrial de 3.000ha de área em Quixeré, mesorregião do Vale do Jaguaribe, e uma moagem de processamento no Complexo Industrial e Portuário do Pecém. Juntas, as duas unidades têm capacidade para produzir mais de dois milhões de toneladas de cimento ao ano.