'Semana do Brasil' será esforço para aquecer vendas

black
A Semana do Brasil, campanha que busca mover a economia, deve ocorrer entre 6 e 15 de setembro

A paradeira na economia e a sinalização de recessão técnica levaram governo federal e empresários a planejar formas de movimentar a atividade do comércio e o turismo interno.

O varejo e órgãos governamentais organizam uma campanha para tentar aquecer as vendas do comércio em setembro, um dos meses em que, tradicionalmente, o consumo em vários segmentos tende a ser menor. No Ceará, iniciativas semelhantes já fazem parte do calendário do varejo.

A chamada 'Semana do Brasil' funcionará nos moldes do evento mundialmente conhecido como Black Friday (do inglês Sexta-feira Negra), uma ação promocional criada nos Estados Unidos, onde lojistas de todo o país se unem para, toda última sexta-feira de novembro, ou seja, um dia após o feriado de Ação de Graças, oferecer descontos em produtos, atraindo consumidores.

No âmbito do turismo, a ideia é engajar associações comerciais e entidades ligadas ao setor de turismo e serviços para oferecer produtos brasileiros a preços promocionais, incluindo passagens e hospedagem.

Mais de 100 empresários e representantes do governo federal estão discutindo como serão as ações promocionais. Foi cogitado o lançamento, pelos Correios, de um selo alusivo ao evento, que deverá ser incluído no calendário nacional.