Sorvetes Frosty projeta alta de 14% no faturamento em 2020

img
Estratégia da empresa são as lojas de fábrica, onde a venda é a preço de atacado para a partir de cinco produtos. A empresa chegará a Messejana com loja própria em março próximo

Após quatro anos de crescimento contínuo no faturamento, para 2020, a Sorvetes Frosty espera uma alta de 14%. “Em 2016, crescemos 28%; nos anos seguintes, 10% e 5%, num momento de crise em que praticamente não houve crescimento entre os concorrentes do setor.

Em 2019, quando o mercado nacional de sorvetes avançou apenas 5%, alcançamos a meta de 20%. E mais uma vez vamos investir, para ter retornos positivos até o fim deste ano”, afirmou Newton Lopes, gestor financeiro da Frosty.

Como parte da estratégia da marca para alcançar estes números, está a expansão das lojas de fábrica, onde o cliente compra a preço de atacado a partir de cinco produtos.

Já são seis lojas próprias, que neste mês de março ganhará mais uma unidade, em Messejana. A Frosty é  uma indústria cearense que atua há 29 anos na fabricação de gelatos. Possui mais de 300 colaboradores em Fortaleza, Juazeiro do Norte, Mossoró (RN), Teresina (PI) e São Luiz (MA). 

Atenta à qualidade, a empresa conta com um mix atual de 118 itens ativos, encontrados nos principais varejistas e atacadistas. Aposta em produtos diferenciados e para públicos mais restritos, como diabéticos e pessoas com intolerância a lactose.

Apostas

Com o tema "Engajamento" em sua convenção, o objetivo da empresa é compartilhar os números que mostram o tamanho da Frosty, e seu potencial de crescimento neste ano. Dentre os planos do diretor, Edgar Segantini Júnior, para 2020, a expansão da marca com novas lojas de fábrica.

O parque fabril de 4.200 m² e 8.000 m² de área construída, a empresa gera mais de 300 empregos diretos e cerca de 3.500 empregos indiretos. Sua frota própria reúne 40 caminhões refrigerados.