Indústria do Ceará fecha 2019 com melhor resultado do NE

ind
A produção de dezembro de 2019 caiu ante novembro,mas frente a igual período de 2018 registrou expansão de 4,5% Foto: Agência Brasil

Embora tenha registrado recuo de 1,7% em dezembro, a indústria cearense fechou 2019 com um crescimento de 1,6%. O resultado é o melhor entre as localidades pesquisadas pelo IBGE no Nordeste, inclusive o desempenho da região como um todo (-3,1%). Bahia (-2,9%) e Pernambuco (-2,2%)  fecharam o ano no vermelho.

É necessário,entretanto,lembrar que a queda de 1,7% da produção industrial cearense na passagem de novembro para dezembro de 2019, série com ajuste sazonal, interrompe o crescimento de 3% registrado em novembro.

Na comparação com igual mês de 2018, o setor industrial do Ceará mostrou crescimento de 4,5%, mesmo percentual de crescimento de Rio Janeiro (4,5%), ficando atrás apenas do Amazonas (12,2%).

Produtos

Destacou-se a Fabricação de produtos têxteis (48,6%), confecção de artigos do vestuário e acessórios (34,2%), fabricação de coque, de produtos derivados do petróleo e de biocombustíveis (33,7%) e da fabricação de produtos de metal, exceto máquinas e equipamentos (32,4%). Por outro lado, caíram a preparação de couros e fabricação de artefatos de couro, artigos para viagem e calçados (-18,1%) e a metalurgia (-12,6%).

No acumulado do ano para o período janeiro a dezembro de 2019, frente a igual período do ano anterior, observou-se crescimento na produção de 1,6%. A taxa anualizada, indicador acumulado nos últimos doze meses, ao registrar avanço de 1,6% mostrou um dos principais ganhos, frente a novembro (de 0,9% para 1,6%). O principal destaque foi a fabricação de produtos de metal, exceto máquinas e equipamentos (104,8%).