Sicredi Ceará Centro Norte distribui R$ 14,2 milhões entre associados

sicredi
O valor, chamado de sobras, se refere ao resultado das operações financeiras de 2019 e é 52% maior do que o distribuído no ano anterior

Na Sicredi Ceará Centro Norte, uma das maiores e mais importantes instituições deste segmento em funcionamento no Ceará, as sobras foram depositadas para os associados na quarta-feira (20). Um montante de mais de R$ 14 milhões, que se soma a outros R$ 6 milhões - referentes aos juros sobre capital -, já entregues em dezembro do ano passado. Estes resultados dão conta das operações financeiras realizadas durante o ano de 2019 e são 52% maiores do que os obtidos em 2018.

O valor a ser pago será creditado via RDC ou Recibo de Depósito Cooperativo, com possibilidade de resgate em um (01) dia. A opção pelo RDC foi validada pelos associados em assembleia geral, realizada em janeiro, e fortalece o grau de envolvimento de quem opera via cooperativa no funcionamento da instituição, inclusive, no modo como as sobras serão compartilhadas.

“Entendemos que as sobras cumprem, neste momento, dois objetivos: ajudam o associado que por ventura tenha sido impactado pela pandemia, e fortalecem o que chamamos de ciclo virtuoso do cooperativismo, materializado quando a participação econômica nos resultados reflete no recebimento de recursos que ficam e fortalecem a região de atuação do associado”, afirma Marcos Aragão, Diretor Executivo da Sicredi Ceará Centro Norte.

A distribuição das sobras, ou seja, os lucros do resultado anual, entre os associados é uma das grandes mostras do modelo de negócio que defende a participação ativa dos sócios.

O ano de 2019 foi bastante positivo para a Sicredi Ceará Centro Norte, que cresceu 20% em ativos, o que representa R$ 737 milhões, e abriu três novas agências, alcançando 470 milhões em investimentos (um crescimento de 21%). O resultado bruto chegou a R$ 23 milhões, dos quais R$ 14 milhões retornam aos associados a partir desta semana.