EDP anota lucro de R$ 271 milhões no 1º tri e faz doações

EDP
A companhia anunciou que doará R$ 2,1 milhões – em vez de R$ 1 milhão, como inicialmente previsto,diante do Covid19.  No Ceará, o projeto “Mãos com Vidas” foi selecionado para receber R$ 99 mil

A EDP, empresa que atua em todos os segmentos do setor elétrico brasileiro, registrou lucro líquido de R$ 271 milhões no primeiro trimestre de 2020, apesar do desafio global representado pela crise do coronavírus.

A receita líquida chegou a R$ 3,3 bilhões, um crescimento de 16%, e o EBITDA (lucro antes de taxas, impostos, depreciação e amortização) ficou em R$ 698,5 milhões, 1% inferior ao verificado nos três primeiros meses de 2019. No Ceará, a EDP é responsável pela UTE Pecém.

Ainda em fevereiro, antes mesmo da confirmação do primeiro caso de Covid 19 no País, a EDP instituiu um Comitê de Gestão de Crise, com reuniões diárias, e desenhou um plano de contingência e continuidade do negócio formado por seis subcomitês – Pessoas e Saúde, Operação, Finanças, Jurídico e Regulatório, Parceiros de Negócio, Comunicação e Sociedade – com tomada de decisão diária em todas as frentes.

Dessas reuniões, resultaram providências como a distribuição de máscaras para os colaboradores de todas as localidades e a adoção extensiva de home office. Com o objetivo de proteger o caixa da Companhia, foram adotadas medidas extraordinárias, como redução da distribuição de dividendos para 27% do lucro líquido de 2019, a postergação para 2021 de parte do investimento previsto para 2020 e a redução de custos.

Contra o Covid19

Em paralelo, a Companhia destinou cerca de R$ 10 milhões a iniciativas de enfrentamento da pandemia, como doações de ventiladores pulmonares e de equipamentos médicos de proteção individual a hospitais públicos e o apoio a projetos de mitigação dos efeitos da Covid 19 em comunidades vulneráveis de todo o País. “Neste momento, nossa prioridade foi proteger as pessoas e assegurar a continuidade das operações de Geração, Transmissão e Distribuição de energia, além de ajudar a sociedade a superar esta crise de saúde pública”, afirma Miguel Setas, presidente da EDP no Brasil.

Doação

A EDP Brasil decidiu dobrar o montante disponível no edital EDP Solidária – Covid-19 para apoiar projetos de enfrentamento da pandemia em comunidades vulneráveis, como comunidades de baixo poder aquisitivo e indígenas.  Em função do grande número de projetos inscritos, a Companhia anunciou que doará R$ 2,1 milhões – em vez de R$ 1 milhão, como inicialmente previsto. Em pouco mais de dez dias, o edital recebeu mais de 600 projetos de todos os estados brasileiros. No Ceará, o projeto “Mãos com Vidas” - da  Associação Pecém Eu Te Amo (ASSPA), em parceria com o Conselho Comunitário do Complexo Portuário do Pecém (CIPP) - foi selecionado para receber R$ 99 mil.

O projeto tem objetivo de mitigar os efeitos da crise provocada pela pandemia do coronavírus, por meio de doação de um cartão alimentação, recarregável com R$ 100/mês, durante três meses, para compra de alimentos e itens de higiene para 300 famílias. Como forma de estimular a geração de emprego e renda na região, os produtos deverão ser adquiridos de comércios e mercados locais, devidamente registrados na categoria microempreendedor individual. A previsão é de que 1.300 pessoas ao total sejam impactadas a partir da segunda quinzena de maio, quando os cartões serão distribuídos entre as famílias.

“Serão beneficiadas as comunidades em situação de vulnerabilidade social presentes no Conselho Comunitário do Complexo Portuário do Pecém (CIPP), como Acende Candeia de Cima, Acende Candeia de Baixo, Pecém, Sede de São Gonçalo do Amarante , Sítio Bolso, Caraúbas, Lagoa das Cobras, Parada, Siupé e Taíba”, informa a articuladora do projeto e representante da associação, Francileide Silva.

A Associação Pecém Eu Te Amo (ASSPA) atua há mais de 21 anos no distrito do Pecém/cidade de São Gonçalo do Amarante, desenvolvendo projetos e ações que ajudam no crescimento social, econômico e cultural da comunidade – como oficinas de artesanato, reciclagem com garrafas pet's, palestras, apoio pedagógico, biblioteca com contação de história e empréstimo de livros, cuidando do meio ambiente fazendo compostagem.