Reajustes do Hapvida estão suspensos de maio a julho

hap
O objetivo da medida é contribuir com o orçamento das famílias e das pequenas empresas, diante do cenário desafiador que o Brasil está enfrentando por conta do novo coronavírus

O Sistema Hapvida suspende o reajuste dos planos pelos próximos 90 dias. A suspensão dos reajustes anuais valerá para as mensalidades dos clientes cujos aniversários de contrato acontecerá nos meses de maio, junho e julho deste ano. 

Em alinhamento com a Associação Brasileira de Planos de Saúde (Abramge), o Sistema Hapvida suspenderá a cobrança dos valores relativos à aplicação do reajuste anual das mensalidades dos planos médicos-hospitalares individuais, coletivos por adesão e de pequenas e médias empresas com até 29 vidas, em que os aniversários dos contratos aconteçam nos meses de maio, junho e julho e que estejam adimplentes.

A recomposição dos valores temporariamente não cobrados ocorrerá de forma parcelada e gradual ,nos últimos meses do ano de 2020. De forma parcelada, os clientes receberão os valores, cujas cobranças foram temporariamente suspensas.

Perfil

Com mais de 6 milhões de clientes, o Sistema Hapvida hoje se posiciona como o maior sistema de saúde suplementar do Brasil presente em todas as regiões do país, gerando emprego e renda para a sociedade. Fazem parte do Sistema as operadoras do Grupo São Francisco, América, Promed e Ame, RN Saúde, além da operadora Hapvida. Atua com mais de 30 mil colaboradores diretos envolvidos na operação, mais de 15 mil médicos e mais de 15 mil dentistas. Os números superlativos mostram o sucesso de uma estratégia baseada na gestão direta da operação e nos constantes investimentos: atualmente são 39 hospitais, 185 clínicas médicas, 42 prontos atendimentos, 179 centros de diagnóstico por imagem e coleta laboratorial.