Empresas têm até 4 de maio para propor e produzir máscaras

mascara
“É importante que as indústrias têxtil e de confecções dessas regiões participem do edital para que possam produzir as máscaras na região e ali mesmo elas serem distribuídas”, ressalta o presidente da Adece, Eduardo Neves

As empresas do setor têxtil interessadas em fabricar máscaras de proteção a serem distribuídas pelo Governo do Ceará à população cearense têm até o dia 4 de maio para o envio de propostas.

O edital de chamamento público para indústrias das oito macrorregiões do Estado foi lançado pelo Governo do Ceará, por meio da Secretaria de Saúde do Estado (Sesa).

Com apoio da Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece), vinculada à Secretaria do Desenvolvimento Econômico do Estado do Ceará (Sedet), a ação visa proteger a população cearense, bem como fomentar a indústria local por meio da geração de emprego e renda.

Emergência

A medida é realizada em caráter emergencial e tem por finalidade evitar o contágio de pessoas pelo novo Coronavírus. “É importante que as indústrias têxtil e de confecções dessas regiões participem do edital para que possam produzir as máscaras na região e ali mesmo elas serem distribuídas. Assim, além de gerar emprego e renda em todo o Estado do Ceará, ainda temos a vantagem da logística de entrega mais rápida à população. O que nos interessa é que as máscaras cheguem o quanto antes para proteger o povo do Covid”, ressalta o presidente da Adece, Eduardo Neves.

Distribuição

As máscaras confeccionadas serão distribuídas à população em situação de vulnerabilidade social e econômica e aos servidores públicos das áreas administrativas dos órgãos e entidades da administração pública estadual. As empresas interessadas podem enviar propostas para o e-mail cojurcovid@saude.ce.gov.br de acordo com o edital.

A distribuição dos lotes será feita proporcionalmente à quantidade de habitantes de cada macrorregião, conforme dados disponibilizados pelo Censo 2019, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Serão beneficiados os moradores das regiões de Baturité, Cariri/Centro Sul, Grande Fortaleza, Litoral Leste/Jaguaribe, Litoral Oeste, Sertão Central, Sertão dos Inhamuns e Sobral/Ibiapina.