UTE Pecém doa R$ 130 mil em insumos hospitalares no Ceará

doe
Entre os mais de 4 mil itens doados estão macacões e óculos para proteção microbiológica, luvas e máscaras N95, indispensáveis para o atendimento dos pacientes com a Covid-19

A UTE Pecém, do grupo EDP no Brasil, fez a doação de R$ 130 mil em equipamentos médicos de proteção individual (EPIs) para a Secretaria de Saúde do Estado do Ceará.

Os insumos serão distribuídos a hospitais cearenses para o combate à pandemia do coronavírus (Covid-19). A doação foi feita por meio do Instituto EDP e a entrega aconteceu na tarde dessa quarta-feira (1/4).

Entre os mais de 4 mil itens doados estão macacões para proteção microbiológica, além de óculos de proteção, luvas e máscaras N95, equipamentos indispensáveis para os profissionais que atuam no atendimento dos pacientes com a Covid-19.

Mobilização

“Estamos mobilizados em prol da sociedade nesse momento para ajudar na preservação das vidas. Sabemos que equipamentos hospitalares, como máscaras, luvas e óculos de proteção são bastante utilizados e por isso, adquirimos esses insumos para contribuir ativamente com a Secretaria de Saúde do Estado do Ceará. Essas ações fazem parte do nosso compromisso no combate ao Coronavírus”, destaca Luis Carlos Gouveia, diretor de Pessoas, Tecnologia e Sociedade da EDP.

Comunidades vulneráveis

 A empresa lançou também o edital  EDP Solidária – Covid 19, que vai selecionar ações, iniciativas e projetos voltados à luta contra o Coronavírus e soluções para minimizar os impactos da pandemia no Brasil. As inscrições seguem até o dia 10 de abril e destinarão R$ 1 milhão em recursos próprios para apoiar os projetos voltados a comunidades vulneráveis. As entidades interessadas podem concorrer ao recurso no site: www.institutoedp.org.br.

 A EDP possui um Comitê de Gestão de Crise para o Coronavírus e desenhou um plano de contingência, antes mesmo da confirmação do primeiro caso no País. Desde fevereiro, o comitê tem se reunido remotamente todos os dias, inclusive aos fins de semana, se necessário. Dentre as iniciativas já realizadas pela companhia estão: antecipação da vacinação contra a gripe H1N1 para colaboradores, implantação de regime de trabalho de home office nos escritórios, escalonamento e descentralização das equipes de campo e reforço com campanhas internas de informação.