Diageo se engaja na produção de álcool para doar à saúde

cana2
A entrega de 50 mil litros deve acontecer até a semana que vem. O líquido será envasado em 100 mil embalagens de 480 ml e destinado à Secretaria da Saúde do Ceará Foto: Freepik

A Diageo vai produzir e envasar álcool 70% para fornecimento ao Governo do Estado do Ceará. O produto pode ser utilizado na limpeza e desinfecção de superfícies, demonstrando-se eficaz contra o vírus, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS).

A companhia vai usar a infraestrutura de sua fábrica de Ypióca, em Fortaleza (CE), para viabilizar a produção.

A entrega de 50 mil litros deve acontecer até a semana que vem. O líquido será envasado em 100 mil embalagens de 480ml e destinado à Secretaria da Saúde do Ceará, que fará a distribuição a unidades de assistência à saúde e hospitais da rede pública do Estado. “Nesse momento desafiador pelo qual passamos, a Diageo mantém firme o seu compromisso global de contribuir com as comunidades, especialmente em um cenário em que medidas como essa são primordiais. Por isso, nos empenhamos em desenvolver uma ação efetiva para colaborar com o controle da transmissão do coronavírus no Estado do Ceará, no qual temos a nossa fábrica de produção de cachaça”, afirma Gregorio Gutiérrez, presidente da companhia na região PUB (Paraguai, Uruguai e Brasil).

No exterior

A ação também é realizada pela empresa nos Estados Unidos, Reino Unido, Irlanda, Itália, Quênia, Índia e Austrália, permitindo a produção de mais de 8 milhões de unidades de álcool - o equivalente a cerca de 2 milhões de litros -, que ajudarão a proteger os profissionais de saúde na luta contra o Covid-19.

Para garantir o sucesso da iniciativa, a Diageo, líder mundial em bebidas alcoólicas premium e proprietária de marcas como Johnnie Walker, Smirnoff, Ypióca e Tanqueray, atua em parceria com os governos nacionais e locais nesses países. Isso garantirá que a doação seja usada para obter o máximo de impacto na proteção da saúde de trabalhadores e pacientes. “Os profissionais de saúde estão na linha de frente do combate a essa pandemia e estamos empenhados em fazer o que podemos para ajudar na proteção deles”, reforça Ivan Menezes, CEO global da Diageo.