Anatel e operadoras se comprometem a manter conexão

conexao
As empresas, em conjunto com a Anatel, se comprometem a adotar planos de ação para que os serviços de telecomunicações continuem operando mesmo com a elevação de tráfego Foto: Freepik

Diante da pandemia do novo coronovírus, que elevou a demanda pela comunicação online, o setor de telecomunicações também exerce um papel importante para que o Brasil supere a problemática. A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) reafirma seu compromisso de seguir neste grande desafio.

É nesse contexto que, em conjunto com a Anatel, as empresas firmaram um compromisso público, com medidas para manter o Brasil Conectado, de modo que o País possa atravessar a atual crise da melhor forma possível. 

O compromisso (
https://cloud.anatel.gov.br/index.php/s/4ksgCNoe2q7OXaN )permanece aberto para adesão de novos signatários. O principal ponto do compromisso é que os serviços seguirão funcionando. As prestadoras afirmam que adotarão planos de ação para que os serviços de telecomunicações continuem operando mesmo com a grande mudança no perfil de uso que, obviamente, está bem maior do que era antes das pessoas serem isoladas socialmente.

As prestadoras atenderão de forma prioritária os órgãos que prestam serviços de utilidade pública, como estabelecimentos de saúde. Do mesmo modo, colocarão à disposição do Ministério da Saúde o tridígito 196, para ações de atendimento que envolvam a atual pandemia.

Pagamento de faturas

As prestadoras se comprometem ainda a adequar os mecanismos de pagamento das faturas, viabilizando meios alternativos para que a população, mesmo em isolamento social, continue utilizando os serviços de telecomunicações. Atenção especial será dada aos consumidores que utilizam créditos pré-pagos.

Prometem também adotar medidas para que as equipes técnicas, administrativas e de atendimento continuem desempenhando suas funções com segurança para a saúde dos colaboradores e da população em geral, considerando as eventuais restrições de mobilidade.