Turismo movimentou R$ 4,9 bi no Ceará em 2019

tur
O índice que mede o faturamento real das empresas prestadoras de serviços típicos para o turista subiu 2,2% em 2019 sobre 2018 no País

O faturamento do setor turístico no Ceará em 2019 foi de R$4,9 bilhões no Ceará. O Brasil movimentou R$ 238,6 milhões. Os restaurantes e estabelecimentos similares giraram R$ 2,5 bilhões.

Os hotéis do Estado atingiram RR$ 700 milhões e o transporte de passageiros faturou R$ 1,1 bilhão. Os agentes de viagens cearenses registraram um caixa de R$ 200 milhões e as atividades de cultura e lazer foram beneficiadas com R$ 300 milhões.

Emprego

Em relação ao emprego no setor turístico, o Ceará fechou dezembro de 2019 com um saldo negativo de 1.585 vagas, quando comparado a dezembro de 2018. Neste caso, os dados são do Caged.

Crescimento na atividade

O levantamento sobre o desempenho do setor turístico foi realizado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), em parceria com a Cielo, o índice que mede o faturamento real das empresas prestadoras de serviços típicos para o turista subiu 2,2% em 2019 sobre 2018, totalizando R$ 238,6 bilhões. O resultado significou acréscimo de R$ 5,1 bilhões no faturamento das empresas.

De acordo com o ICV-Tur CNC, as vendas do setor estão se recuperando num ritmo compatível com o desempenho da economia. A taxa de 2019 tornou-se a maior da série desde 2017.

Nordeste

No Nordeste, a alta regional de 2,5% no faturamento esteve diretamente relacionada ao forte crescimento do movimento de vendas do segmento Transporte de Passageiros (16,6%). Mas, esta taxa poderia ter sido maior não fosse a retração de Hotéis e Similares (-2,3%), assim como nos serviços de Cultura e Lazer (-1,4%).

Isso porque a performance destes segmentos pode estar associada aos impactos decorrentes do problema ambiental com o derramamento de petróleo no litoral, afetando muitos negócios, uma vez que Restaurantes e Similares (0,2%) e Agentes de Viagens (1,0%) cresceram abaixo da média da região.