Gratuidade atraiu turistas a Fortaleza no pré-Carnaval

tur
Rio de Janeiro (12,96%) e São Paulo (9,26%) foram os estados com maior emissão de turistas a Fortaleza. A grande maioria (74,07%) viajou acompanhada

Entre os principais motivos que incentivaram os turistas a desfrutar o pré-Carnaval em Fortaleza foram destaques a gratuidade (33,59%), as atrações musicais (30,47%) e visitas a amigos e familiares (15,63%). Mais da metade dos turistas (61,11% ) que vieram aproveitar o pré-Carnaval, estiveram na cidade por um período superior a sete dias.

As constatações são do levantamento realizado pelo Observatório do Turismo durante o Ciclo Carnavalesco 2020. A pesquisa relativa ao Pré-Carnaval foi realizada entre os dias 31 de janeiro e 16 de fevereiro, em diversos pontos da cidade.

A pesquisa também apontou que 59% dos visitantes já haviam participado do Pré-Carnaval de Fortaleza. O levantamento do Ciclo Carnavalesco 2020 contou com uma amostra de 387 entrevistados, sendo que no Pré-Carnaval foram aplicadas 55,3% (214) do total da amostra. Desses, 75% eram residentes de Fortaleza.

Hospedagem

O estudo apontou também que os principais meios de hospedagem utilizados pelos turistas no Pré-Carnaval foram os hotéis/flats (27,78%), seguido por casas e apartamentos alugados (24,07%) e casas de parentes ou amigos (20,37%). Com relação aos meios de hospedagem, 25,63% dos entrevistados classificaram o meio utilizado como ótimo. A gastronomia cearense, por sua vez, foi considerada ótima para 37,04% dos visitantes, e boa para 51,85% deles.

Segurança

Com relação ao quesito atrações, 94,86% dos entrevistados, incluindo turistas e residentes, consideraram que foi ótimo ou bom. A sensação de segurança durante o evento também foi avaliada como ótima ou boa por 79,44% do total de entrevistados.

No tocante aos locais mais frequentados, 20,93% dos entrevistados, incluindo turistas e residentes, participaram do Pré-Carnaval na Praça do Ferreira, 16,74% no Aterrinho da Praia de Iracema, 13,02% no Polo da Mocinha, 12,71% no Mercado dos Pinhões, 12,71% no Benfica e 9,61% no Raimundo do Queijo. Para 80,12% deles, o Pré-Carnaval melhorou em relação às outras edições.

Por fim, o Pré-Carnaval de Fortaleza superou ou atendeu as expectativas de 98,59% dos entrevistados. Para 99,07% deles, a Prefeitura de Fortaleza deve continuar promovendo o Pré-Carnaval. Além disso, 94,86% indicaria o Pré-Carnaval da capital cearense para amigos e familiares.

Incentivo

“Estamos muito satisfeitos com os resultados dessa pesquisa. O fato de que o turista venha passar tantos dias em Fortaleza, por exemplo, é uma ótima notícia, pois ele traz dinheiro novo que entra direto na economia da cidade”, observa Alexandre Pereira, secretário municipal do Turismo. “Assim como na pesquisa do Réveillon, entendemos que os resultados relativos ao Ciclo Carnavalesco, tão bem liderado pela Secretaria da Cultura de Fortaleza, reforçam que o prefeito Roberto Cláudio fez a escolha certa ao incentivar essa festa tão popular, apoiando artistas locais e nossa cultura e atendendo a um público de variadas idades”, conclui.

Perfil dos foliões

O perfil predominante do folião do Pré-Carnaval 2020 de Fortaleza, incluindo os residentes, pode ser definido pelas seguintes características: homem (56,54%), brasileiro (100%), cearense (59,26%), fortalezense (75,0%), idade entre 18 e 29 anos (52,8%). Ceará (59,26%), Rio de Janeiro (12,96%) e São Paulo (9,26%) foram os estados com maior emissão de turistas. A grande maioria (74,07%) viajou acompanhada.

Do total de entrevistados, incluindo os residentes, 35,98% tinha formação superior completa, seguida pelos que tinham completado o Ensino Médio (54,67%). Em terceiro lugar, ficaram os que tinham pós-graduação (7,48%).