Juazeiro do Norte aposta em empreendedorismo feminino

mulheres
O projeto tem como foco ajudar a proporcionar independência financeira e melhorar a autoestima e autoconfiança das participantes

A Prefeitura de Juazeiro do Norte está atuando na formação de um polo de empreendedorismo feminino e o fomento à economia criativa.

Oficina de confecção de adereços e um desfile, além das palestras sobre temas como networking, finanças, marca pessoal e ferramentas digitais, no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) do João Cabral, foi uma das iniciativas, reunindo mais de 60 mulheres, que buscam transformação da vida pessoal e profissional.

Construindo

Rafaela da Silva, do Parque São Geraldo, por exemplo, precisa incrementar a renda porque a família aumentou. Uma boa alternativa pode ser confeccionar peças dos tradicionais grupos folclóricos locais, ricos na expressividade cultural do Cariri. 

"No meu caso, aprendi muito sobre o poder da autoimagem no impacto das vendas", afirmou Rildelânia Mendes, corretora de imóveis.

O projeto tem como foco ajudar a proporcionar independência financeira e melhorar a autoestima e autoconfiança das participantes. É executado pela Diretoria de Comércio e Serviços da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Inovação de Juazeiro do Norte.

Ação

"Assim como o Prefeito Arnon Bezerra orienta, estamos somando forças e capacitando para a melhoria da qualidade de vida das famílias em todos os sentidos, ao mesmo tempo em que estimulamos a economia criativa e o potencial empreendedor das mulheres", ressaltou o Secretário da Sedeci, Michel Araújo.

De acordo com a Diretora de Comércio e Serviços da Pasta, Josefa Costa, as capacitações seguirão no decorrer do ano, fortalecidas pela integração com as Secretarias de Cultura e de Desenvolvimento Social e Trabalho e pela parceria com o Instituto Rede Mulher Empreendedora - Irme, que tem o apoio do Google e desenvolve o maior programa de capacitação de mulheres do Brasil, o Ela Pode.

As ações se dão por meio das Secretarias de Desenvolvimento Econômico e Inovação (Sedeci), Cultura (Secult) e Desenvolvimento Social e Trabalho (Sedest).